fbpx
LAJE-PROTENDIDA

Tecnologia presente no nosso dia a dia, você provavelmente já esteve em um ambiente com uma laje protendida, mas não sabe disso.

Protensão é o processo de introduzir previamente tensões no aço, de modo a aumentar a resistência da estrutura de concreto no final do processo. Como o concreto responde bem à compressão, mas tem pouca resistência à tração, o processo acaba maximizando a resposta do concreto tanto aos seus movimentos naturais quanto ao esforço que recebe.

Assim a laje protendida, inovação em construções, é uma estrutura mais resistente que a laje convencional, sendo ideal para projetos com vãos maiores, ou onde se precise de uma estrutura mais forte.

Benefícios da Laje Protendida

O desenvolvimento da tecnologia da protensão certamente constitui-se em uma das mais importantes melhorias no campo da engenharia estrutural, hoje é empregada em muitas estruturas comerciais e industriais devido a economia gerada em tempo e uso de materiais. Por esta razão é considerada uma inovação para aplicação em ambientes residenciais.

Para quem adquiri um imóvel construído com esta tecnologia, pode contar com os seguintes benefícios:

Redução no tempo de entrega da obra: a estrutura formada pelos moldes utilizados na laje é acabada, reduzindo a necessidade processos de acabamento após a retirada das escoras.

Redução de peso na estrutura e maior durabilidade: as lajes protendidas utilizam naturalmente menos aço e concreto e são mais leves e mais duráveis.

Maior segurança para quem compra o imóvel: o processo torna as estruturas mais estáveis, menos suscetíveis a rachaduras e trincas.

Edificação mais eficiente: em todo o processo é possível economizar com escoras, mão de obra, concreto e aço, além da economia de tempo.

Como é realizado o processo

O processo da laje protendida pode ser feita basicamente de duas formas.

Na primeira delas, as barras de aço são tensionadas antes de o concreto ser lançado. Após a entrada do concreto na estrutura, os pontos de tensão são liberados e o processo ocorre por fricção. Já na segunda, a tensão será aplicada após o lançamento do concreto.

A estrutura metálica é preparada com bainhas, canos metálicos vazios, que recebem dentro de si as cordoalhas, além do aço entre as formas. Com a estrutura pronta, é lançado o concreto. Após este atingir uma resistência mínima, que é definida pelo projetista, a cordoalha é “puxada” com macacos hidráulicos, dando à estrutura a tensão necessária.

Nos dois processos, a laje deverá permanecer escorada até o tempo de cura do concreto ser completado.

Como podemos ver, esta tecnologia é muito interessante para vários tipos de empreendimentos, desde os comerciais e industriais até espaços residenciais.

Uma inovação presente nas obras da Ecttore que permite alcançar um resultado final impecável, com vários benefícios.

 

1 Comment

Sorry, the comment form is closed at this time.